quarta-feira, 5 de novembro de 2008

05/11/2008 - Blackadder

Desde ontem haviamos marcado este mergulho através de e-mails, cujos temas inclusive eram outros ... marcamos às 20:00h na Boa Viagem para fazer um mergulhinho noturno ... inicialmente eu iria em apnéia, mas a Léia me convenceu a fazer um mergulho Scuba, daí foi só convidar a Lú para conhecer a noite em baixo d'água e respirar Ar sob pressão pela primeira vez.

Eu cheguei na Boa Viagem às 20:00h em ponto, porém a maioria do pessoal atrasou um pouco, mas às 20:30h eles começaram a chegar.

O pessoal trouxe tanta tralha de foto e iluminação (Gustavo mesmo trouxe um holofote submarino) que só caímos na água mesmo às 21:25h ... como a Lú nunca havia mergulhado com Scuba passei o mergulho todo de mãos dadas com ela (um batismo noturno, não é para qualquer um) ... também por este motivo (e porque meu colete não enchia, estava furado) (Foto 1) começamos o mergulho do raso, da área interna do recife onde a profundidade não ultrapassa os 2m ... nadamos em circulo mas logo chegamos no recife e o atravessamos ... daí, bem devagar, descemos até os 8-9m e a Lú nem deu trabalho por conta da pressão (ouvido), lembrando sempre de compensar antes mesmo de sentir alguma dor no ouvido ... no fundo seguimos então em direção ao naufrágio do Blackadder passando por muitos Haemulon spp., Apogon spp., barbeiros (Acanthurus bahianus), um enorme barbeiro-azul (Acanthurus coeruleous), alguns jaguaraçás (Holocentrus adscensionis), raras marias-nagô (Pareques acuminatus), mais raras ainda marias-pretas (Stegastes fuscus), apogons (Apogon spp.), um ou outro peixe-morcego (Ogcocephalus vespertilio), uns dois borboletas (Chaetodon striatus), um budião (Sparisoma frondosum), umas poucas garoupinhas (Epinephelus adscensionis), trilhas (Pseudupeneus maculatus), baiacús (Sphoeroides spp.), uma beatriz (Scorpaena sp.), alguns Eucinostomus spp., alguns barriga-brancas (Serranus flaviventris), raras salemas (Anisotremus virginicus), um cavalo-marinho (Hippocampus reidi) (Foto 2), aranhas-do-mar (Stenorhynchus seticornis), camarões (Crustacea), camarões-palhaço (Stenopus hispidus) e muitos outros carangueijos, além de duas espécies de lagostas (Panulirus argus e Panulirus sp.). Observei também uma pollychaeta-de-fogo (Hermodyce carunculata) se alimentando de uma esponja.

Observei ainda algumas colônias de corais cérebro (Mussismilia hispida e Montastrea cavernosa) com os pólipos abertos, assim como os zoanthids (Zoanthus spp.) e a baba-de-boi (Palythoa caribaeorum), todos com os pólipos bem abertos.
Só para acrescentar mais espécies observadas seguem os ouriços-lilaz (Lytechinus variegatus), a pinaúna (Echinometra lucunter) e o sputnik (Eucidaris tribuloides), observei também alguns ofiúros (Ophioderma spp.) e bolachas-da-praia (não sei se do gênero Mellita ou do gênero Leodia).

Dentre os animais fotografados por Léia e Gustavo que eu não cheguei a ver me lembro destes: budião-azul (Scarus trispinosus), badejo (Mycteroperca bonaci), baiacú (Chantigaster figueiredoii) (Foto 3), cachimbau, uma raia treme-treme (Narcine sp.), linghuados (Bothus lunatus e um outro cuja espécie não identifiquei atraves da foto), um cerianthus (Ceriantharia) e alguns moluscos gastropodes, entre eles: buzo-chapéu (Cassis sp.), buzo (Oliva spp.), cipréia (Cypraea spp.) e um caramujo (acho que um Micromela sp.).

O mergulho teve duração de 60 minutos exatos para mim e para a Lú, o Gustavo saiu da água uns 20 minutos depois, com aproximadamente 80 minutos de mergulho e mais de 150 fotos, e os demais ainda ficaram mais 27 minutos no fundo hoje. A Léia também fez bastante foto.

Estavam comigo neste mergulho, além da Lú, a Léia, o Gustavo, Paixão o Jomar e o Jorge (Águas Abertas)


Um comentário:

Luciana disse...

Ro, só tenho a agradecer a você por ter me levado e me ajudado o tempo todo nesse batismo de cilindro... e noturno, os dois de vez hein... adrenalina redobrada! Não vou mentir que fiquei com medo, não sabia exatamente aonde eu estava, a que profundidade, se podia acontecer alguma coisa e por aí vai rssss... mas você me passou segurança e teve o cuidado de me mostrar tudo calmamente.
Obrigada por ter me proporcionado esse momento que vai ficar guardado para sempre, pode ter certeza disso!
Agora fiquei realmente viciada no cilindro e quando você quiser me chamar, eu vou estar aqui às ordens. Claro, se todos os trabalhos tiverem em dia... mergulhar é muito bom, estou gostando de conhecer esse seu mundo, mas é melhor ainda com a consciência leve de dever cumprido.
Um beijo gigante de quem tem um carinho enorme por ti!