sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

22/02/2008 - Caitá (Morro de São Paulo)

Chegamos um pouco tarde no atracadouro do Curral (Guaibim) e embarcamos no Meu Rei, primeiros fomos ate umas pedras chamadas Tatiba, no litoral do Guaibim, mas a água estava suja, com muita suspensão ... eu já nem botava fé que poderia rolar um mergulho bala hoje ... ai decidimos ir para a terceira praia no Morro de São Paulo, local conhecido como Caitá ... mesmo vendo que a água estava bem mais limpa que no ponto anterior, ainda tinha as minhas dúvidas, pulei então na água e vi que ela estava cristalina, mas so vi mesmo o quanto cristalina estava quando Naty entrou quando percebi que eu a via por dentro d'água a uns bons metros, com nitidez ...

O lugar é o paraíso, muitos corais, Porites sp., Siderastrea sp., Millepora sp., Mussismilia brasiliensis (Foto 3), M.hispida, M.hartii ... algas calcareas, Zoanthids, alguns Polychaeta, ofiuros, ouriços, aranhas-do-mar (Stenorhynchus seticornis), e outros seres invertebrados ... dentre os vertebrados os peixes, como o grama (Gramma brasiliensis) (Foto 1), a Thalassoma noronhanum (Foto 2) que se mostrou abundante no lugar, crisurus (Microsphatodon chrysurus) também foram abundantes (tanto jovens quanto adultos), alguns Chromis sp. (Foto 4), muitos Myripristis jacobus, maria-preta (Stegastes fuscus), donzelinhas (Stegastes cf. variabilis), sargentinhos (Abudefduf saxatilis), borboletas (Chaetodon striatus), budiõezinhos (Halichoeres sp.), garriões (Labrisomus sp.), jabús (Caphalopholis fulva), garoupinhas (Epinephelus adscencionis), budiões-fantasma (Clepticus brasiliensis), dentre outros muitos peixes, inclusive budiões-azuis (Scarus trispinosus) e budiões-papagaio (Sparisoma amplum), além de outros budiões (Scarus zelindae, Sparisoma frondosum e Sparisoma axillare) e barbeiros (Acanthurus bahianus, Acanthurus chirurgus e Acanthurus coeruleous), ou seja, de peixes herbivoros este recife estava servido ...

Um dos melhores mergulhos que eu ja fiz, água cirstalina, não muito quente, não muito fria, muitos peixes, muitos inclisive que não vejo com muita frequencia mais, um mergulho longo que so não foi maior porque Billy teve que voltar ... e na volta ainda vimos alguns golfinhos-do-estuário (Sotalia guianensis) quando chegavamos no atracadouro do Curral. Que mais mergulhos como este aconteçam e em breve.

Estavam comigo neste mergulho a Naty, Billy e Cascão.



Um comentário:

Naty disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.